Domingo, 21 de Julho de 2024
24°

Parcialmente nublado

Mata de São João, BA

Geral Espírito Santo

Produtores inadimplentes são notificados para vacinarem bezerras contra brucelose

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) iniciou, nesta quinta-feira (11), a notificação aos criadores que estão ina...

11/07/2024 às 12h14
Por: Redação Fonte: Secom Espírito Santo
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo
Foto: Reprodução/Secom Espírito Santo

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) iniciou, nesta quinta-feira (11), a notificação aos criadores que estão inadimplentes em relação à vacinação de bezerras contra brucelose. O procedimento integra o plano de ação do órgão referente ao Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT), executado em parceria com a Superintendência Federal de Agricultura no Estado (SFA-ES), com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal no Estado.

De acordo com o diretor-geral do Idaf, Leonardo Cunha Monteiro, o Espírito Santo registra índice vacinal para a brucelose em torno de 50%, abaixo do preconizado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), que é de 80%. “Os prejuízos decorrentes da ocorrência da doença no rebanho refletem na renda dos proprietários, já que um dos sintomas, por exemplo, é a baixa produtividade. Precisamos do apoio de todos os envolvidos na cadeia produtiva para que reforcem essa necessidade da imunização das bezerras, a fim de proteger e fortalecer a pecuária local”, disse Monteiro.

De acordo com o médico-veterinário Edson Flores de Lyra Júnior, do Serviço de Fiscalização  de Insumos e Saúde Animal (Sisa) da SFA-ES, a vacinação contra brucelose é obrigatória, devendo ser realizada em bezerras de três a oito meses de idade, uma única vez na vida do animal. “Contamos com o comprometimento de todos os criadores para que a vacinação seja realizada e notificada ao Idaf no prazo estabelecido. A doença coloca em risco não apenas o rebanho bovino, mas, por tratar-se de zoonose, pode também acometer os seres humanos, configurando um problema de saúde pública”, destacou Lyra Júnior.

A médica-veterinária Daniele Montoni, responsável pelo PNCEBT no Idaf, conta que, em 2022, o Idaf iniciou a execução do “Plano de Comunicação e Educação em Saúde Animal – Brucelose”. “Desde então temos buscado estabelecer uma comunicação contínua com os produtores, reforçando a obrigatoriedade e a importância da vacinação, além das consequências para o rebanho. Nesta etapa estamos notificando os criadores inadimplentes para que cumpram essa exigência sanitária, uma vez que o baixo índice vacinal compromete a pecuária local, além de colocar em risco a saúde pública”, frisou Daniele Montoni.

Independentemente da notificação, todos os proprietários com bezerras em idade vacinal devem providenciar a imunização. A não vacinação implica multa e impedimento para emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA).

Vacinação

Em razão da especificidade da vacina, ela somente pode ser aplicada por médico-veterinário cadastrado no Idaf ou por vacinador sob responsabilidade desse profissional, que posteriormente deve proceder à comunicação no Siapec, no prazo de até três dias após a imunização.

Além disso, é importante realizar exames no rebanho periodicamente. Os machos não são vacinados.

O atestado de vacinação é obrigatório para a obtenção da GTA, seja qual for a finalidade do transporte. No caso de bovinos e bubalinos destinados à reprodução em outros Estados ou participação em eventos agropecuários também é necessário apresentar o atestado de exame negativo para brucelose e tuberculose para emissão da GTA.

A relação de médicos-veterinários aptos a realizar a vacinação pode ser consultada em:  https://idaf.es.gov.br/brucelose-e-tuberculose .

>

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias