Domingo, 21 de Julho de 2024
24°

Parcialmente nublado

Mata de São João, BA

Tecnologia Tecnologia

Mercado OPME sofre com falta de profissionais qualificados

Apesar da abertura de mais de 4 mil vagas no setor, a falta de profissionais qualificados impacta a evolução da logística de OPME e a qualidade dos...

11/07/2024 às 17h39
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
E-Mídia Comunicação
E-Mídia Comunicação

Diante do cenário desafiador enfrentado pela saúde no Brasil, especialmente no que diz respeito à escassez de mão de obra qualificada, se destaca a urgência de iniciativas que fomentem as evoluções, novidades, desafios e especificidades do setor de OPME. Uma pesquisa publicada em 2022 pela Manpower. O índice de escassez de talentos no Brasil superou a média global, atingindo 81% em 2022 — dez pontos percentuais a mais que o relatado por empregadores no ano anterior.

 

O segmento OPME destaca-se não apenas pela sua importância na cadeia hospitalar, mas também pelos desafios de preço, busca contínua por novas tecnologias e complexidade operacional, que agora inclui a escassez de funcionários qualificados como um dos principais alertas para o setor.

 

De acordo com dados do Boletim Econômico da Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde (ABIIS), o Brasil importou 5,6% a mais de produtos médico-hospitalares em 2023, enquanto as exportações caíram 2%. Mesmo com um crescimento de 1% no setor, foram abertos 4.442 novos empregos nas atividades industriais e comerciais da saúde.

A demanda por dispositivos médicos, incluindo OPME, tem crescido impulsionada por avanços tecnológicos e uma maior conscientização sobre saúde. No entanto, esse crescimento não tem sido acompanhado por um aumento proporcional na disponibilidade de mão de obra qualificada em logística de OPME. 

 

Segundo Danilo Magri, CEO da Logmed, a escassez de mão de obra qualificada é um dos grandes desafios enfrentados  atualmente pelo mercado OPME. “É fundamental atrair talentos para esse campo da logística, destacando as oportunidades de carreira e os impactos significativos que nosso trabalho tem na prestação de cuidados de saúde".

 

A Logmed, com o propósito de manter o comprometimento com enfrentar esse desafio e divulgar cada vez mais informações, necessidades e novidades do mercado de logística OPME, lançou o OPME CAST, um podcast que reúne vozes influentes do setor para discutir as tendências, desafios e oportunidades do mercado de OPME. Com apenas seis meses de existência, o podcast já alcançou milhares visualizações nas plataformas do Spotify e YouTube.

 

Grandes nomes como Fernando de Marco, Geral de Hospitais do Interior na Rede D’Or São Luiz; Letícia Baltazar, Gerente Geral de Eletrofisiologia na Abbott; Danilo Zanzini, diretor de Qualidade e Assuntos  Regulatórios na Karl Storz Brasil e Latam; Habib Jacob Kater Neto, gerente de suprimentos hospitalares na Unimed Campinas; e s Guilherme Costa, Diretor Geral Brasil e VP da América Latina da Smith & Nephew já foram entrevistados para o OPME CAST.

 

"Iniciativas como essa do OPME CAST abrem portas para um diálogo mais profundo e significativo dentro do setor de OPME, destacando a importância de enfrentar desafios como a escassez de mão de obra qualificada. Ao reunir especialistas do mercado e formadores de opinião para  discutir as tendências, desafios e oportunidades do mercado, o podcast não apenas amplia o conhecimento dos profissionais envolvidos, mas também estimula debates enriquecedores e soluções inovadoras", conclui Magri.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias